A fabricante alemã de aeronaves Volocopter realizou uma apresentação prática, pela primeira vez, de seu helicóptero elétrico em Paris em 10 de novembro. Estamos falando do modelo táxi-drone Volocopter 2X, que realizou um voo integrado no tráfego aéreo convencional na ocasião. Assim, a empresa demonstrou que está quase pronta para o mercado, ainda em construção, de eVOTLs, destinado ao transporte civil como táxi aéreo.

A aeronave, também conhecida como VoloCity, se assemelha a um grande drone com oito rotores e comporta até duas pessoas. O helicóptero deve ser utilizado para o transporte de pessoas em áreas urbanas. O CEO da Volocopter, Dirk Hoke, disse em um comunicado à imprensa que a empresa deseja fornecer “uma opção adicional de transporte livre de emissões para o público”.

Leia mais:

Volocopter prepara seu eVOTL para operar até 2024

A Volocopter está preparando a aeronave para certificação e espera lançar voos comerciais curtos até 2024. A empresa também garantiu US$ 182 milhões em financiamento no início de novembro, de acordo com informações obtidas pelo TechCrunch.

publicidade

De acordo com a companhia, os fundos irão para o programa de testes da empresa, já que a Volocopter procura certificar sua aeronave no segundo semestre de 2023. O dinheiro será somado aos mais U$ 170 milhões que a Volocopter levantou em março.

Christian Bauer, diretor comercial da Volocopter, disse à Bloomberg que a empresa queria que os eVOTLs fossem tão revolucionários quanto os carros da Tesla, à medida que o modelo for se popularizando.

“A Tesla começou com um carro de dois lugares porque a tecnologia da bateria não existia e agora eles são a marca de carros mais valiosa do mundo… É onde queremos ir.”

Christian Bauer, diretor comercial da Volocopter

O voo teste teve como objetivo demonstrar todo o trajeto que os passageiros fariam, desde a chegada ao terminal até o embarque na aeronave. A aeronave decolou com piloto e passageiro, mas a Volocopter diz que a aeronave não precisará de piloto a bordo para voar.

Táxi aéreo VoloCity da Volocpter em voo em Paris (Imagem: Divulgação / Volocopter)
Táxi aéreo VoloCity da Volocpter em voo em Paris (Imagem: Divulgação / Volocopter)

O modelo táxi-drone Volocopter 2X, ou VoloCity decolou do aeródromo Pontoise-Cormeilles, nos arredores de Paris, e circulou ao redor do aeródromo entre outras aeronaves antes de pousar. “Cada teste está um passo mais perto da comercialização em tempo para 2024”, disse Hoke.

A empresa quer que seus táxis aéreos possam voar totalmente automatizados, apenas com os passageiros a bordo. A Volocopter disse que ainda está trabalhando em parte de sua infraestrutura e integração do espaço aéreo urbano enquanto tenta melhorar a aceitação do modelo de serviço a curto prazo.

Imagem: Divulgação / Volocopter

Via:Business Insider

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do z170 pro gaming? Inscreva-se no canal!