A chinesa Huawei lançou no começo de junho no Brasil a Huawei Band 8, nova geração de pulseiras inteligentes da fabricante. No geral, o produto não mudou muito em relação ao modelo do ano passado — a Band 7 —, mas ainda assim algumas das diferenças podem ser bem interessantes.

Ogaming informatica e eletronicos testou a Huawei Band 8: confira abaixo quais foram as nossas conclusões e saiba se vale ou não a pena comprar a smartband.

Leia mais:

Huawei Band 8: design e tela

O design da Band 8 não é muito diferente do visual da Band 7: o dispositivo em si tem formato retangular, mas agora as bordas estão mais retas, enquanto no modelo anterior elas eram um pouco mais arredondadas. De acordo com a Huawei, a Band 8 é menor e mais fina do que a do ano passado.

publicidade

O tamanho não era exatamente um problema na Band 7 e também não é na Band 8. A pulseira fica no braço do usuário sem causar muitos incômodos: ela é realmente leve e talvez você até esqueça que ela está lá em alguns momentos.

Huawie Band 8 sem as pulseiras
Huawei Band 8 ao centro, ao lado das pulseiras. Imagem: Daniel Junqueira/gaming informatica e eletronicos

As pulseiras do modelo enviado para testes são de silicone, e a Huawei alterou o mecanismo delas para facilitar a substituição. Tirar a pulseira é bem mais simples do que era no modelo anterior: agora, basta pressionar com as unhas dois botões encontrados na traseira do dispositivo para soltar. Também é bem simples encaixar novamente. Caso você planeje usar diferentes tipos de pulseira, é uma excelente notícia o fato de que ficou bem mais fácil fazer isso na Band 8 do que era na Band 7.

A má notícia é que pulseiras de modelos anteriores não são compatíveis com a Band 8: você precisará comprar novas opções, se quiser trocar de vez em quando.

A tela é a mesma do modelo anterior — um display AMOLED de 1,47 polegadas — e, no geral, mantém a excelente qualidade. A visibilidade em ambientes com iluminação solar é ótima, o que é bastante importante considerando que um dos focos dela é auxílio em atividades físicas — que, muitas vezes, são feitas a céu aberto.

Funcionalidades

Monitoramento de saúde e atividades físicas continua sendo a principal funcionalidade da Band 8, que também é capaz de, pareada ao smartphone, receber notificações e oferecer controles para reprodução de música, por exemplo. Usuários de celulares Huawei também têm a opção de usá-la para capturar fotos pela câmera do smartphone — recurso que não pude testar exatamente por não ter um smartphone da Huawei disponível.

A Huawei afirma ter aprimorado os sensores responsáveis pela coleta de dados da Band 8, o que, em tese, garante informações mais precisas. Quando eu testei a Band 7, uma das coisas mais estranhas que notei foi que a pulseira tinha problemas ao monitorar meu sono — às vezes, ela dizia que eu estava dormindo quando estava acordado, e vice-versa. Isso melhorou na Band 8: não vou dizer que os dados são 100% precisos, até por não ter como conferir individualmente, mas é fato que notei menos casos em que ela dizia o oposto do que estava acontecendo.

Pulseira inteligente no braço
A pulseira no braço. Imagem: Daniel Junqueira/gaming informatica e eletronicos

E a Band 8 também ganhou uma independência um pouco maior do smartphone em relação ao modelo anterior. Quer dizer, você ainda precisa ter um celular vinculado para a maioria das funcionalidades, mas agora é possível receber alguns dados diretamente na tela da pulseira. Como os registros de sono: na Band 7, era preciso abrir o aplicativo Huawei Saúde no smartphone para conferir as informações em detalhes. A Band 8, por sua vez, oferece mais dados, incluindo a distribuição do sono (quanto do tempo foi sono leve, pesado ou R.E.M., por exemplo).

Para encontrar um registro completo das informações coletadas ainda é necessário usar o aplicativo para smartphone, mas quem se contentar com dados resumidos vai poder verificar essas informações diretamente no display da smartband.

Em relação ao aplicativo Huawei Saúde, ele até está disponível na loja padrão do Android — a Play Store — mas é recomendado ter também a App Gallery da Huawei para receber atualizações mais frequentes. Não é difícil instalar o app pela loja da fabricante: um QR Code encontrado na caixa da Band 8 já direciona o usuário para o local exato para fazer o download. Não é tão simples como simplesmente baixar um app na loja oficial do seu smartphone, mas não é também algo que vá consumir muito tempo e nem que usuários com menos conhecimento sejam incapazes de fazer.

Bateria e recarga

Carregue sua pulseira Huawei Band 8, coloque ela no pulso e passe dias sem precisar se preocupar com recarga. É isso o que promete a fabricante chinesa, que afirma que a smartband aguenta até 14 dias longe da tomada. Dependendo do uso feito pelo usuário, é bastante provável que de fato ela dure tanto tempo, mas o mais comum é que ela fique cerca de 10 dias com uma única recarga.

Dependendo do que você fizer com a Band 8, a tendência é que ela consuma mais energia. Mais exercícios, mais dados sendo monitorados, um mostrador de relógio um pouco mais pesado, essas coisas podem interferir na duração da bateria. Mas não é nada que inviabilize o uso do produto: a Band 8 vai durar cerca de 10 dias, e isso é ótimo.

Huawei Band 8 sem pulseira
Huawei Band 8 sem pulseira. Imagem: Daniel Junqueira/gaming informatica e eletronicos

A recarga é feita da mesma maneira da Band 7 e outros relógios da própria Huawei, com um cabo de recarga proprietário (que acompanha o produto na caixa). Para carregar, conecte o cabo a um carregador de tomada ou até mesmo a uma porta USB do seu computador e deixe por alguns tempos — não chega a demorar nem uma hora para a bateria estar 100% completa. Não só a Band 8 não vai te deixar na mão durante exercícios, ela também não vai consumir muito do seu tempo para ser recarregada.

Huawei Band 8: e aí, vale?

A Band 8 é uma evolução pequena, mas interessante do modelo do ano passado. É um dispositivo que definitivamente entrega o que promete, mesmo que não seja perfeito e tenha o que melhorar. Quem tem uma Band 7 talvez não se sinta tentado a trocar pelo modelo mais recente, até pela falta de novidades significativas, mas quem busca uma pulseira inteligente de boa qualidade a um bom preço com certeza vai encontrar na Huawei Band 8 o produto desejado.

Atualmente, é possível encontrar a Huawei Band 8 por cerca de R$ 250 — o que faz dela um dos mais interessantes produtos da categoria.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do gaming informatica e eletronicos? Inscreva-se no canal!