Você sabia que a cidade de Nova York tem uma pequena ilha que não pode ser visitada? É a Ilha U Thant, também conhecida oficialmente como Ilha Belmont. Ela foi criada artificialmente e conta com túneis que conectam ela ao restante da cidade. Mesmo assim, não há nenhuma atividade humana no local.

Leia mais

Não há nenhuma construção no local

  • A Ilha U Thant mede aproximadamente 30 metros de largura por 60 metros de comprimento.
  • O pequeno território está envolto em uma vegetação densa.
  • Ela é uma das poucas áreas nos Estados Unidos que permanece completamente intocada pelo desenvolvimento humano.
  • As informações são da IFLScience.

A história da ilha

A ilha não existia até o final do século 19. Ela se originou a partir do acúmulo de entulho relacionado às atividades de construção de um túnel para bondes.

O processo envolveu a escavação de um eixo em um afloramento de granito conhecido como afloramento Man-o’-Reef. Isso era necessário para alcançar os locais dos túneis e acabou criando a linha de forma artificial.

publicidade

O projeto só foi concluído em 1907. Um ano antes, no entanto, um cano de ar comprimido estourou, levando a um acidente em um dos eixos. Ele resultou na morte de quatro trabalhadores. Dois deles sucumbiram à asfixia e doença descompressiva, enquanto os outros dois se afogaram.

Esforços foram feitos para resgatar o máximo possível de trabalhadores. No entanto, os corpos dos funcionários que se afogaram nunca foram recuperados.

Em 1977, a história da ilha mudou quando um grupo budista assumiu o controle do espaço. Eles renomearam a terra em homenagem a U Thant, ex-Secretário-Geral das Nações Unidas. Este grupo inicialmente foi autorizado a entrar na ilha até duas vezes por ano para manter a vegetação. No entanto, medidas de segurança aumentadas na metade dos anos 1990 levaram a uma redução significativa nessas visitas.

Hoje, o acesso à ilha é proibido ao público, sendo o local um espaço protegido para pássaros migratórios. Em função da região ser visível das costas de Manhattan e Queens, observadores podem ver os animais à distância.